Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Mulher flagrada tendo relações sexuais com morador de rua se justifica: “Vi a imagem de Deus”

Publicado

em

Caso de espancamento no DF é investigado; personal trainer foi gravado agredindo morador de rua que estava em carro com sua esposa - Foto: Reprodução/Instagram e câmera de segurança.

Um dos assuntos mais comentados nas últimas horas foi o caso de um personal que espancou um morador de rua após flagrá-lo tendo relações sexuais com sua esposa, na cidade de Planaltina (DF). O profissional de educação física afirmou ter pensado que a mulher estava sendo vítima de um estupro.

O caso ocorreu na última quarta-feira (09/03). Eduardo Alves, de 31 anos, foi levado para a delegacia após a confusão, bem como os outros dois envolvidos.

Segundo o boletim de ocorrência, a mulher, de 33 anos, saiu com a sogra para tentar ajudar o sem-teto, no entanto, durante o percurso, elas se separaram. Como a esposa não voltou, Eduardo saiu para procurá-la. No caminho, ele encontrou o carro da mulher estacionado e, quando se aproximou, viu que a companheira fazia sexo com o morador de rua.

Em áudios obtidos pela TV Globo, a mulher afirmou que viu as “imagens do marido e de Deus” no rosto do homem e por isso teve relações sexuais com ele. A mulher afirmou que não havia ingerido bebida alcoólica.

Segundo a mulher, ela foi abordada pelo sem-teto que pediu dinheiro. Como ela não tinha, ele pediu para ver a bíblia que estava em suas mãos. Depois, o homem pediu um abraço e, em seguida, os dois entraram no carro.

Em seu depoimento, a mulher disse que o morador de rua começou a massagear os pés da mulher e pediu para eles se encontrarem em outro lugar. A mulher aceitou a proposta e, momentos depois, encontrou com o morador de rua no local combinado.

Ainda segundo o veículo, o educador físico teria “orado e pedido um sinal para Deus” para localizar a esposa. Ele saiu de casa e foi ao Centro de Ensino Fundamental Paroquial, onde, de longe, avistou o carro no qual a mulher havia saído.

Ele entrou no veículo e teve início a relação sexual. Momentos depois, perto da escola Centro de Ensino Fundamental Paroquial, Eduardo avistou o veículo da esposa estacionado. Ao se aproximar, ele flagrou os dois. A agressão foi registrada por câmeras de segurança da rua.

Ela contou a um amigo que recebeu uma “mensagem de Deus” para auxiliar o homem com quem foi flagrada transando.

Segundo o portal G1, logo após ser espancado, o sem-teto foi encaminhado ao hospital, assim como Eduardo. Os dois ficaram feridos durante a briga. A mulher também passou por atendimento médico, pois estava em estado de choque. Os três foram encaminhados ao Hospital Regional de Planaltina por uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar do DF.

A Polícia Civil do Distrito Federal informou que, após a confusão, os envolvidos foram encaminhados à 16ª Delegacia de Polícia, em Planaltina. Eduardo prestou depoimento e foi liberado, assim como a mulher e o morador de rua.













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página