in

Nora de Flordelis questiona R$6 milhões que sumiram de igreja: ‘Amnésia’

A nora de Flordelis, Luana Rangel Pimenta, que é mulher do vereador e 5º filho adotivo da deputada gospel, Wagner Pimenta, conhecido como Misael, falou ao Extra sobre suas suspeitas e impressões no caso do assassinato de seu sogro, o pastor Anderson do Carmo. Luana e Misael romperam com Flordelis cerca de 1 mês após o crime, e auxiliaram a polícia no inquérito que investigou o caso.

Publicidade

“Não havia a menor dúvida de nossa parte [que Flordelis arquitetou o crime]. Só aguardamos que a Justiça concluísse o que já sabíamos antes mesmo do crime”, diz Luana.

Ela lembra de quando o pastor Anderson do Carmo os procurou para mostrar uma mensagem que havia achado num tablet da família, que sugeria um plano para matá-lo.

“Ele mostrou para a gente o que estava escrito, era um pedido de morte escrito por alguém da família. Nós desconfiamos e falamos que poderia ser a Flor. Mas ele não acreditava nisso, que ela fosse capaz”, lembra.

Luana se recorda também de quando Flordelis foi até sua casa para tentar convencer Daniel, outro filho adotivo que passou a morar com Misael após desconfiar do envolvimento da mãe no crime, de que ela não teria nada a ver com a tragédia.

“Ela [Flordelis] ficou mais de uma hora no quarto com ele [Daniel], de portas trancadas, tentando fazer a cabeça dele para que acreditasse nela. Ficamos apreensivos. Depois, o Daniel nos contou que Flor disse que Anderson a controlava e a traía. E o filho disse que a mãe, então, deveria ter se divorciado e não o matado. Ela saiu do quarto e falou que entendia que estávamos abalados e nos pediu que guardássemos.nosso luto para depois de um evento anual da igreja, que seria em setembro. Depois disso, não dava para crer que ela não estivesse envolvida. Como você pede a uma pessoa que guarde seu luto durante três meses como se nada tivesse acontecido?”, questiona.

PUBLICIDADE

Evangélica, Luana diz que não perdeu a fé, mas que agora tem uma nova visão sobre o que é congregar, e já está se instalando em outra igreja de São Gonçalo (RJ), de origem não-pentecostal, como era a de Flordelis.

Luane com os sogros, Flordelis e Anderson do Carmo.
Luane com os sogros, Flordelis e Anderson do Carmo.

Por ter trabalhado na área contábil do ministério da sogra, Luana disse achar estranho que Flordelis esteja mencionando para a polícia e para a mídia que sumiram R$ 6 milhões do caixa de sua igreja, dando a entender que isso tem a ver com a morte do marido, o que a nora contesta.

“Acho engraçado porque ela recebia todo mês um relatório detalhado de tudo. O pastor fazia questão de conferir. A Flordelis deve estar com amnésia”, ironizou.

Luana disse que teme pela segurança de sua família, mas como não tem recursos no momento, entrega tudo nas mãos de Deus.

“Fomos ameaçados, tentaram nos comprar, hostilizados por defensores dela no Instagram, mas não desistimos. Medo eu tenho. Não vou mentir. Falo com meu marido que ele precisa de um carro blindado. Mas não temos condições para isso agora. É contar com Deus e a justiça dos homens”, acredita.

Publicidade

Anderson Freire está com Covid-19 e pede orações ao gospel

Ex-marido de Lulu Santos se casa com bancária com bênção do Pe. Fábio de Melo