in

Nuvem de gafanhotos desvia do Brasil e deve seguir para Uruguai

Uma nuvem de gafanhotos está chamando a atenção do governo brasileiro, que teme sua chegada no território nacional. Os insetos chegaram no último fim de semana na Argentina, e começaram a se deslocar para o sul da região, em direção ao Brasil e ao Uruguai.

Publicidade

Diante do risco iminente, o Brasil já está preparando um plano de ação para controlar a nuvem de gafanhotos, que pode causar prejuízos a lavouras e pastagens brasileiras.

O Diário Oficial da União publicou nesta quinta-feira (25) um alerta de emergência fitossanitária, que durará 1 ano e monitorará o deslocamento dos gafanhotos na região sul do Brasil.

Até agora, as autoridades estão em alerta porque o deslocamento da nuvem de insetos depende muito do clima dos próximos dias. A direção dos ventos e até a temperatura influenciam na rota dos gafanhotos. Temperaturas mais quentes e a falta de chuvas poderiam atraí-los para o Brasil.

PUBLICIDADE

Meteorologistas afirmam, no entanto, que a região Sul brasileira deve ter chuvas nos próximos dias, assim como uma temperatura mais amena, o que levaria os gafanhotos para o Uruguai.

Nenhum produtor rural do Rio Grande do Sul avistou o inseto na Fronteira Oeste do Brasil, o que traz esperanças de que os insetos tenham desviado do território nacional. O governo deve seguir monitorando para assegurar que os produtores não sejam surpreendidos.

Publicidade

Pastor e filho morrem de Covid-19 em intervalo de 11 dias, após falta de UTI

Rodolfo Abrantes diz que Chorão foi único amigo que respeitou sua fé evangélica