Pabllo Vittar é um perigo para o Brasil, diz Marco Feliciano

O pastor e deputado federal Marco Feliciano (Pode/SP), foi o entrevistado da vez no programa Superpop, apresentado por Luciana Gimenez na RedeTV!. E levantou uma discussão entre os internautas, após reafirmar que considera a cantora Pabllo Vittar como um “perigo para o Brasil”. Dessa vez, Marco Feliciano foi desafiado a falar sobre temas polêmicos enquanto era acompanhado por uma máquina que detecta mentiras a partir de comportamentos da pessoa que fala, em troca de dinheiro.

Marco Feliciano diz que Pabllo Vittar é um perigo para o Brasil.

Instigado por Luciana Gimenez, Feliciano explicou o motivo de sua preocupação com o crescimento midiático de Pabllo Vittar, afirmando que ele é um perigo: “Para o contexto político sim [é um perigo]. Porque ele representa o movimento [LGBT] e esse movimento tem crescido e como lá em Brasília já tem os defensores desse movimento, houve uma especulação de que ele seria candidato. Se ele fosse candidato, explodiria de votos e traria mais um monte de gente com o pensamento dele”, analisa.

Assista abaixo:

Essa polêmica não é nova. Em outras diversas ocasiões, Marco Feliciano já se pronunciou sobre o crescimento de Pabllo Vittar. Em fevereiro deste ano, por exemplo, Feliciano usou seu twitter para chamar a atenção de seus seguidores sobre o que classificou como uma tentativa dos grupos LGBTs para pregar sobre sexo e promiscuidade para as crianças do Brasil: “Passamos a ver um homem travestido de mulher com a cara estampada em latas de refrigerante, ganhando prêmios na TV, uma atleta transgênero tendo os holofotes da mídia por ser melhor que as atletas mulheres e um lutador de MMA ganhando de mulheres no ringue. Num boom que os coloca acima de nós, meros mortais, eles estão sendo alçados a uma categoria superior a nós que nascemos com sexo definido, como alertei em 2013. Eles não querem direitos, querem privilégios e os conseguiram. O Big Brother já projetou líderes assim lembra disso?”, disse na época.

Os fãs de Pabllo Vittar responderam o deputado-pastor na ocasião: “Com o Brasil em crise e o deputado se preocupa com a sexualidade de Pabllo…”, criticou um.

Tadeu Ribeiro
[email protected]