Padre Fábio de Melo aponta fenômeno na morte da modelo Caroline Bittencourt

Padre Fábio de Melo utilizou sua conta no Twitter para comentar sobre um fenômeno que ele aponta ser comum nos dias de hoje.

Padre Fábio de Melo falou sobre a morte da modelo Caroline Bittencourt.
Padre Fábio de Melo falou sobre a morte da modelo Caroline Bittencourt.

Ele respondia a uma publicação da digital influencer Bic Müller, que comentava sobre o fato da modelo Caroline Bittencourt, que ganhou mais de 200 mil seguidores nos últimos dias, após morrer tragicamente no fim de semana.

“Vocês não acham assustador que a Caroline Bittencourt ganhou 200 mil seguidores no Instagram depois que morreu?”, questionou a blogueira.

Padre Fábio de Melo, então, respondeu o tweet, afirmando que a explicação para isso seria a necessidade que as pessoas têm hoje em dia de utilizar as dores e derrotas dos outros para tirarem alguma lição para suas vidas, reconhecendo que todos nós estamos suscetíveis a tragédias.

“É um fenômeno comum. As pessoas, necessitadas de chorarem suas dores, procuram em tragédias alheias um lugar para a catarse. Longe de ser uma homenagem póstuma, limita-se a ser uma estranha forma de pertencimento.”, disse o religioso.

A tragédia em questão tratada por Bic Müller e Padre Fábio de Melo diz respeito à modelo Caroline Bittencourt, que morreu no último dia 28 de abril.

Caroline Bittencourt entrou em alto mar com o marido, Jorge Sestini, na tarde do dia 28 de abril, em uma lancha, na praia de Ilha Bela, litoral norte de São Paulo. Neste momento, uma tempestade, seguida de um vendaval, tomou conta da região fazendo com que os dois caíssem na água, segundo versão contada pelo pai da famosa, ao programa “Brasil Urgente”, da Band.

Jorge conseguiu se salvar e ficou mais de duas horas procurando por Carol, porém, sem sucesso. Ele, então, nadou 3km até a praia e foi socorrido. O corpo de Bittencourt foi encontrado quase 24 horas depois, na praia de São Sebastião. Ela deixou uma filha, Isabelle, de 17 anos de idade.