in

Padre condena quem não vai à missa por medo de Covid-19: ‘Morram’

O padre Antônio Firmino Lopes Lana, da Paróquia de São João Batista, em Visconde do Rio Branco (MG), chamou atenção das redes sociais depois que desejou a morte, ao vivo, dos fieis que não estavam indo para a celebração das missas em virtude da Covid-19.

Publicidade

“Aí a gente vai vendo quem realmente ama a eucaristia… Porque tem alguns católicos, engraçado, que têm saúde, têm tudo e dizem: ‘Eu só vou na Igreja quando tiver a vacina’. Tomara que não apareça vacina para essas pessoas. Ou que morram antes de a vacina chegar, não é?”, declarou o padre.

O momento foi transmitido ao vivo pela página da paróquia no Facebook (assista ao final).

O padre insistiu: “Porque tem pessoas que não têm problema nenhum, que não estão no grupo de risco. Mas isso [não vir à igreja] significa que não têm fé nenhuma, essas pessoas”.

PUBLICIDADE

Como a fala repercutiu nas redes sociais, entre pessoas que estão horrorizadas com a postura do padre, o religioso decidiu se manifestar, através a página da paróquia, e pediu desculpas.

“Dada a celeuma que causou um comentário infeliz que fiz no final da missa desse último domingo, venho esclarecer. Mais que esclarecer, venho pedir desculpas, me retratar, porque trouxe alguns transtornos, e quem me conhece sabe que sou aquela pessoa que luta pela vida, a vida plena, desde a sua concepção até o seu fim natural, como o nosso Senhor pede e como é doutrina da nossa mãe Igreja. E, neste tempo de pandemia, quem me conhece, quem está próximo de mim sabe o quanto eu tenho me empenhado para preservar a vida, para cuidar da vida em todos os sentidos.

Então, eu tenho que pedir desculpas àquelas pessoas que se sentiram ofendidas, machucadas com as minhas palavras. Espero que fique claro isto e tenho certeza de que vocês que têm um coração bom hão de reconhecer o meu erro e me perdoar por isto. Rezem por mim. Eu sou fraco também, sou pecador. Tenho as minhas misérias e preciso da misericórdia de todos vocês. Fiquem com Deus”, disse o padre.

Assista abaixo o momento em que o padre faz a declaração durante a missa:

Publicidade

Diretor de filme gospel de Flordelis: ‘Estou dilacerado. Me sinto enganado’

Filhos de Flordelis passam mal, pedem calmantes, e se negam a depor