Conecte-se conosco

Minas Gerais

Tanqueiros em MG paralisam as atividades em protesto contra alta do combustível

Publicado

em

Caminhoneiros e tanqueiros, que realizam o transporte de combustível em Minas Gerais, entraram em paralisação nesta quinta-feira (21/10). Segundo o movimento, a greve não tem previsão de término.

Centenas de caminhões-tanque, num total de cerca de 800 caminhões, estão parados nas entradas das distribuidoras de combustíveis na cidade de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG). Eles exigem a redução do imposto para combustíveis (ICMS) e melhoria no valor dos fretes, além de protestar contra os altos preços da gasolina, do álcool e do diesel, praticados pela Petrobras.

Na porta de uma das distribuidoras, além de faixas, foi colocado um caixão. Circula entre os caminhoneiros a informação de que tanqueiros dos demais estados do Sudeste também aderiram à paralisação de hoje.

“A situação está péssima para o transporte, é complicado. O diesel é caríssimo, a manutenção dos caminhões, as peças, tudo muito caro. O pedágio. Os carros estão todos sucateados devido aos fretes ruins. São vários fatores”, explicou um caminhoneiro ao Jornal Estado de Minas.

Segundo o trabalhador, os rumos da paralisação agora dependem das negociações do Governo de Minas com os representantes da categoria.

Diante disso, dezenas de viaturas da Polícia Militar acompanham a manifestação, que transcorre de forma pacífica.

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe um Comentário







+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página