in

Pastor famoso é acusado de assédio por fiel e igreja o afasta das funções

Publicidade

O pastor Davi Passamani, que lidera a igreja CASA, localizada em Goiânia (GO), foi acusado nas redes sociais neste fim de semana de praticar assédio contra uma fiel da denominação.

O pastor é casado com Giovanna Lovaglio, com quem tem 2 filhos. O caso de assédio foi exposto no Twitter por Gabriella Palhano, que disse guardar as provas de tudo que estava relatando.

Ela afirmou que tudo começou quando o pastor a procurou para dizer que tinha sonhado com ela, descrevendo comportamentos lascivos.

“Ele começou a falar que queria sentir meu beijo e começou a falar de um sonho que teve comigo, horrível, por sinal, nojento… Vocês devem imaginar o sonho. Então eu disse que tinha que desligar e comecei a chorar muito e ele continuava mandando mensagem”, conta.

A partir daí, a jovem denunciou Davi Passamani para os outros pastores da denominação, que tentaram abafar o caso, segundo ela, afirmando que tudo não passava de uma “obra do diabo para destruir a igreja”.

PUBLICIDADE

Gabriella Palhano decidiu perdoar o ocorrido, desde que não soubesse de mais nenhuma vítima do religioso. O que acabou acontecendo depois.

Segundo a jovem, a própria repercussão negativa dos fatos atribuídos ao pastor já lhe bastavam como pena, e não iria denunciar à justiça o crime por entender que “a justiça no Brasil não presta”. Ela afirmou, no entanto, que se o pastor tentar fazer algo contra ela por causa da exposição dos fatos, ela o entregaria à polícia.

Após o caso vir à tona, pelo menos mais 5 mulheres denunciaram condutas de assédio do pastor da CASA.

Por meio das redes sociais, o conselho pastoral da igreja CASA informou que está apurando o caso, e que o pastor Davi Passamani foi afastado de suas funções eclesiásticas.

“Sobre as divulgações de hoje na mídia impressa e falada informamos que o Conselho Pastoral da Igreja CASA está cuidadosamente acompanhando, apurando e tomando todas as providencias jurídicas e eclesiásticas que o caso requer.

Os pastores da Igreja CASA MINISTÉRIO CRISTÃO comunicam que o Pastor Davi Vieira Passamani, e apontados pela imprensa, já se encontram há semanas afastados de suas funções ministeriais para tratamento médico especializado e cuidados em família.” (Leia na íntegra abaixo).

Publicidade

Pastor que chamou Coronavírus de ‘histeria coletiva’ morre de Covid-19

Pastor acusado de assédio confessa adultério e pede perdão: ‘Estou sangrando’