in

Pastor repreende cristãos que criticam Xuxa: ‘Adoram vasculhar passado’

O pastor Hermes Carvalho Fernandes, líder da igreja Reina Brasil, defendeu a apresentadora Xuxa Meneghel das críticas que ela tem recebido dos evangélicos após anunciar que irá lançar um livro com temática LGBT+ para o público infantil.

Publicidade

Hermes começou sua reflexão afirmando que, desde que nossos pecados foram perdoados na cruz por Jesus Cristo, o Diabo perdeu seu emprego de acusador, mas lembrou que alguns cristãos tentam ocupar esse lugar deixado.

“Adoram vasculhar o passado das pessoas atrás de algo para apontar. Uma das vítimas dessa sanha cristã é a Xuxa”, avaliou.

O pastor transcreveu uma fala da apresentadora para uma recente entrevista à revista Vogue, na qual Xuxa fala sobre as diversas polêmicas que marcaram sua trajetória pessoal e artística.

PUBLICIDADE

“Agora, aos 57, quase 60 anos, com a bagagem que tenho – e que não é pouca – estou sendo criticada por escrever livros para crianças. Um em especial, que ainda nem saiu, inspirado na milha afilhada Maya, onde conto a história de uma menina que quer tanto ser amada, quer tanto alguém especial ao seu lado, que Deus lhe dá duas mães. Sim, o meu Deus não é preconceituoso, o meu Deus aceita todos como são”, diz trecho da entrevista.

O pastor Hermes Fernandes encorajou Xuxa a seguir sua caminhada de luta contra injustiças, e enviou uma mensagem de fé para a apresentadora.

“Xuxa, você não precisaria explicar nada, se fôssemos, de fato, discípulos de Jesus. Siga sua jornada de amor e jamais se deixe distrair com os que só sabem atirar pedras. Sinta-se amada pelo Pai Celestial que lhe fez sob medida para este tempo de tanta intolerância”, encorajou. Confira:

O diabo perdeu o emprego! Sim, ele que antes nos acusava dia e noite diante de Deus, já não o faz mais. E sabe porque?…

Posted by Hermes C. Fernandes on Wednesday, August 12, 2020
Publicidade

Avó de Michelle Bolsonaro morre vítima da Covid-19 em Brasília (DF)

Juíza diz em sentença que réu negro é criminoso “em razão de sua raça”