in

Pastor é executado a tiros em frente de casa por causa de dívida de IPTU

Um pastor de 51 anos foi assassinado nesse domingo (27), em Porto Alegre do Norte (MT), depois de uma discussão por causa de débitos do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). Amilton Rodrigues da Silva tinha se mudado para a cidade com a mulher havia poucos dias. Ele e o suspeito do crime, que foi preso, tinham feito uma negociação e trocado as casas. As informações são do G1.

Publicidade

Ele morava em Confresa e tinha trocado a casa dele por essa na qual estava morando, em Porto Alegre do Norte, que pertencia à suspeita do crime.

Amilton foi assassinado a tiros na rua, em frente à casa dele. De acordo com a Polícia Militar, ele foi atingido com dois disparos de arma de fogo, um no abdômen e outro na cabeça.

Uma testemunhas disse à polícia que no momento dos disparos de arma de fogo estava do lado de fora e viu um Voyage, cor prata, parado em frente à casa da vítima. Primeiro, a mulher do suspeito saiu correndo e entrou no carro. Logo depois, ele afirmou ter visto o marido dela também correndo em direção ao carro com uma arma na mão, aparentemente um revólver, e deixaram o local.

A mulher dele contou à polícia que estava lavando roupas quando escutou os tiros e ao sair para ver o que estava acontecendo e encontrou o marido caído no chão.

PUBLICIDADE

Ela disse que eles estavam morando na cidade há quatro meses e que o marido teve um desentendimento com a vítima por causa de um débito de IPTU da casa em Porto Alegre do Norte e o suspeito não queria pagar a dívida.

A vítima então condicionou a entrega do documento da casa que pertencia a ele, em Confresa, à quitação do IPTU da casa em Porto Alegre do Norte.

A Polícia Civil foi até a casa dos suspeitos e encontrou munições no quarto do casal no guarda-roupas.

A polícia também foi na chácara do suspeito que fica perto do entroncamento da BR-158, sentido Canabrava do Norte, e encontrou o filho dele. O filho disse à polícia que o avô já tinha informado do crime que seu pai havia cometido, mas que não sabia o paradeiro dele.

Publicidade

Pastor do Voz da Verdade batiza de sunga moças com biquíni e gera críticas

Padre diz em missa que fiéis devem beber muito vinho: ‘Sóbrios não vão pro céu’