Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Pastor Marco Feliciano é criticado por parabenizar filme acusado de ‘apologia à pedofilia’

Publicado

em

Pastor Marco Feliciano é criticado por parabenizar filme acusado de ‘apologia à pedofilia’ - Foto: Reprodução/Twitter

O deputado federal e pastor Marco Feliciano está sendo duramente criticado nas redes sociais depois que internautas resgataram uma postagem do religioso sobre o filme “Como se tornar o pior aluno da escola”, e que traz cena que “incentiva a pedofilia”.

A obra baseada em um livro de Danilo Gentili, lançado em 2017 e disponível na Netflix, entrou nos assuntos mais comentados do Twitter neste domingo (13/03), e diversos perfis da rede social associaram o filme à pedofilia.

Logo que o assunto se tornou viral na web, internautas, principalmente conservadores e cristãos resgataram um post do pastor Marco Feliciano parabenizando Gentili pelo filme. “Parabéns Danilo Gentili, há tempos que não ria tanto”, escreveu Feliciano exibindo uma foto ao lado do painel do filme, na época do lançamento, em 2017.

Internautas repudiaram a classificação de censura do filme que é para 14 anos e, muitos dizem, por conta de cenas que estão presentes na obra, o longa e a plataforma de streaming estão “incentivando a pedofilia”.

Uma cena de cunho sexual vivida por Cristiano (Fábio Porchat) tem sido bastante comentada pelo público. Nas imagens, Cristiano pede que duas crianças (presentes na cena), façam um ato sexual nele. “Vocês batem uma p####ta pro tio”, diz o personagem para as crianças. E, ainda na imagem, a cena sugere que Cristiano coloca a mão da criança em seu órgão genital, satisfazendo seu desejo.

Uma das pessoas a criticar o filme foi a influenciadora digital e intérprete de Libras Mariana Lima. Indignada, ela fez um alerta aos pais e responsáveis sobre o filme, o que ela chamou de “banalização” do abuso sexual de menores.

“Eu não consigo acreditar como algo assim (abuso infantil) pode ser tratado com desenhinhos, como PRECONCEITO, como algo NORMAL (essas mesmas palavras foram usadas no filme!). Filme com grande produção e “grandes” atores. Quantas crianças já não assistiram essa grande M****???”, escreveu a influenciadora.

Marco Feliciano se pronunciou na manhã desta segunda (14/03). Ele disse que decidiu excluir a postagem de 2017, e que não se recorda da cena que está sendo acusada de apologia à pedofilia. Segundo Feliciano, ele deve ter saído para atender o telefone, durando a exibição do longa. Leia a nota abaixo:

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe um Comentário







+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página