in

Pastor pagava para limpador de piscina ter relações com sua esposa

Jerry Falwell Jr, de 58 anos, é um famoso líder evangélico dos Estados Unidos, que é amigo pessoal e apoiador do presidente Donald Trump, e que também está envolvido em um escândalo sem precedentes na carreira.

Publicidade

Jerry também é presidente da Liberty University na Virgínia, uma das maiores universidades evangélicas dos EUA.

Segundo a Reuters, um rapaz de 20 anos que limpava piscinas era pago para manter relações com a esposa de Jerry, Becky, de 53 anos, enquanto o próprio religioso assistia aos atos.

O limpador de piscinas se chama Giancarlo Granda, e contou à reportagem que foi abordado por Jerry em um hotel de Miami Beach, onde trabalhava.

PUBLICIDADE

“Becki e eu desenvolvemos um relacionamento íntimo enquanto Jerry gostava de assistir do canto da sala”, disse o rapaz.

Giancarlo possui um vasto acervo de provas: desde prints de conversas com Becky, até fotos dela sem roupa. Becky é conselheira do movimento “Mulheres Com Trump”, que serve de apoio ao presidente americano.

Fotos mostram Giancarlo, Jerry e Becky juntos em viagem. Imagem: Reuters.
Fotos mostram Giancarlo, Jerry e Becky juntos em viagem. Imagem: Reuters.

Jerry admitiu publicamente que a esposa mantinha relações com Giancarlo, mas negou que ele assistisse aos atos. Mesmo assim, decidiu renunciar a presidência da universidade evangélica, da qual deverá receber cerca de 10 milhões de dólares (quase 55 milhões de reais), à título de indenização, que é prevista no contrato dele com a instituição.

Publicidade

Flordelis e Anderson transavam com os filhos, diz ex-empregada da casa

Igreja Católica pune padre de Assis (SP) que celebrou casamento gay