in

Pastor se explica após foto polêmica de sunga volumosa: ‘Nada de mais’

O pastor David Muniz, que faz sucesso nas redes sociais, gravou um vídeo para se explicar depois de ser envolvido em uma polêmica por causa de uma foto que ele publicou na qual aparece de sunga com um certo volume.

Publicidade

O pastor afirmou que estava em Salinas, no Pará, quando a imagem foi tirada, e que não viu problema nenhum em publicá-la. Para o pastor, um site gospel teria insinuado falsamente que o material causou “escândalo” entre os fiéis.

“Tenho 40 anos, mas lembro que desde a minha infância eu sempre usei sunga pra tomar banho, seja de rio, cachoeira, em mar, e nunca vi maldade nisso, até porque eu sou filho de pastores, criado e nascido na igreja, e realmente no nosso mundo a gente nunca teve malícia para uma coisa tão simples”, disse o líder religioso.

O pastor disse enxergar ainda uma religiosidade abusiva, que faz com que as pessoas achem que os líderes religiosos, como os pastores, não podem ter uma vida normal como as outras pessoas.

“Eu sou um pastor. E tem muitas pessoas que entendem que pastores ou pastoras não podem usar roupa de banho, como um biquíni, como uma sunga… e eu sendo pastor, eu recebi diversos comentários, que as pessoas escreviam ali que eu estava levando as irmãzinhas ao pecado, que eu estava levando as pessoas ao erro”, analisou.

“Não tem nada de mais na foto, eu tô sem camisa, como qualquer homem ficaria sem camisa, estou de sunga, não estou de cueca, e ainda se eu estivesse de cueca eu não estaria mostrando nada”, resumiu. Assista abaixo:

Publicidade

“Estrela de Belém” será visível no céu nesta segunda (21) após 800 anos

Marcelo Crivella é preso por corrupção ao acordar nesta terça-feira (22)