Conecte-se conosco

Polêmicas

Pastor Silas Malafaia se pronuncia sobre fotos em resort

Publicado

em

Silas Malafaia: 'Não mandei ninguém pra frente de quartel' - Foto: Reprodução

Em um vídeo publicado nesta segunda-feira (28/11), o pastor Silas Malafaia, líder da ADVEC, rebateu a informação de que teria mandado os bolsonaristas para a frente dos quartéis para manifestar contra a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições deste ano.

Nos últimos dias, vazou imagens em que Malafaia aparece em um resort no Nordeste. Nas imagens, o religioso aparece se refrescando no lugar, outras mostram o pastor caminhando nas dependências da estância turística.

Após as imagens viralizarem, Malafaia foi acusado de passar férias enquanto apoiadores de Jair Bolsonaro estavam à frente dos quartéis protestando. Internautas chegaram a dizer, sem provas, que Silas ordenou que manifestantes fossem aos locais.

Nesta segunda (28), Malafaia respondeu essa informação. Chamando de “notícia caluniosa”, o pastor criticou os jornais e internautas que te atacaram nos últimos dias, entre eles o humorista Gregório Duvivier. O ator escreveu no Twitter: “Como é o nome desse quartel que o Malafaia tá sentado na frente?”, disse exibindo uma foto do pastor no resort.

Malafaia chama Duvivier de “esquerdopata, apoiador de corrupto, mentiroso, frouxo e covarde”.

No vídeo, ainda, Malafaia diz que toda manifestação que falou para o povo participar, ele estava lá, como, por exemplo, a manifestação do 7 de setembro do ano passado e a desse ano. Além disso, disse que nunca pediu para que os manifestantes fossem para os quartéis e sim para a frente do Congresso Nacional, em Brasília.

Publicidade

“É a marca dos esquerdopatas e caluniadores não aguentam e não enfrentam. Você [Duvivier] pertence à esquerda caviar, gosta de executivo em primeira classe de avião e hotéis cinco estrelas, mas quer que o povo viva no socialismo”, disse Silas.

Ao final o pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo critica evangélicos que tem participado de “fuxico e de calúnia”. “Aconselho vocês a lerem Gálatas, capítulo 2 versículo 4 e 5. Eu sou livre, e o meu dinheiro eu faço o que eu quero”, finalizou ele.

Publicidade

+ Acessadas da Semana