Conecte-se conosco

Minas Gerais

Pastor suspeito de matar adolescente em Pariquera-Açu (SP) é preso em MG

Publicado

em

O pastor acusado de matar uma adolescente em Pariquera-Açu, no interior de São Paulo, foi preso pela Polícia Militar de Minas Gerais. O crime aconteceu em maio e desde então o religioso era foragido da polícia.

Aguida Fernandes Freitas, que tinha 14 anos, foi encontrada morta em 12 de maio, depois de desaparecer no dia anterior. À época, uma amiga da menina indicou uma casa próxima dizendo que havia visto a adolescente com um homem alto e moreno naquele local.

A polícia se dirigiu até a residência indicada, mas ela estava vazia. As buscas continuaram e os policiais encontraram o corpo da jovem em um terreno ao lado do imóvel [relembre o caso aqui].

O suspeito era o pastor, que havia se mudado para a cidade com a família. Ele estava foragido desde então a polícia tentava localizá-lo. No entanto, ele foi preso na noite desta terça-feira (10/08), na casa de um tio no Povoado de Porto Agrário, em Juvenília, no interior de Minas Gerais.

“Há informações de que após o crime, ele fugiu para Bom Jesus da Lapa, depois foi para Carinhanha e há uma semana veio para esse distrito”, disse o tenente Flávio Oliveira.

“Eles divulgaram fotos e fizemos contato em várias comunidades rurais até que recebemos uma denúncia de que havia uma pessoa estranha nesta localidade. Fomos verificar e descobrimos que se tratava do foragido. Ele não resistiu à prisão e confessou ter estuprado e estrangulado a adolescente”, revelou o tenente.

Segundo a Polícia, o pastor tem 29 anos foi levado para a delegacia de Januária e deve ser transferido para Pariquera-Açu.













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página