Pastor faz tatuagem em homenagem ao filho que suicidou-se aos 15 anos

O pastor evangélico Daniel Mastral decidiu retocar a tatuagem que fez em homenagem ao filho, Mikhael Mastral, que suicidou-se no ano passado com apenas 15 anos de idade.

Pastor Daniel Mastral e filho, Mikhael.

“Retoquei a tatuagem que fiz em homenagem ao meu filho… a flor de Lis, que presenteamos a ele com dez anos.”, escreveu o pastor nas redes sociais.

Mikhael sofria de depressão, e os pais tentaram de todas as formas salvá-lo, mas a doença venceu.

A tatuagem, explica o pastor, além de possuir a flor de lis, contém uma inscrição de uma pulseira que Mikhael ganhou aos 7 anos de idade, e que sempre usou desde então.

“Hoje, eu uso a for de Lis e Isabela [mãe de Mikhael] a pulseira. Ele está diariamente em nossos pensamentos. A dor da ausência é forte demais!!!! Só Jesus para nos ajudar.”, declarou.

O pastor lembrou sobre o mês do “Setembro Amarelo”, que reúne ações concentradas de combate e prevenção ao suicídio.

“Neste mês, de prevenção ao suicídio, incentivo à quem pensa nisso a ler o diário de meu filho. Pode ser baixado em português e inglês em meu site. Gratuitamente! Não faça isso! Causará muita dor aos que te amam. Lute, vença e ajude mais vidas!”, pediu. Confira: