in

Pastor volta a pregar em igreja após 100 dias na UTI com Covid-19

Após 100 dias consecutivos de hospitalização depois que contraiu a Covid-19, um pastor de 69 anos em Ohio (EUA) voltou à sua congregação no domingo (26) para pregar.

Publicidade

Jonathan Mitchell, pastor da Igreja de Deus da Fellowship Faith em Youngstown, que foi colocado em um respirador por 30 dias e mantido na UTI por mais um mês enquanto estava no hospital, comemorou estar de volta.

“Esta é a minha vida, não posso fazer mais nada além disso. Esta é a minha vida e honro a Deus e agradeço a Ele por esta oportunidade”, disse Mitchell.

O pastor recebeu alta do hospital em 15 de julho. No caminho de volta para casa, foi-lhe dito que parariam na igreja para pegar correspondência. Mas muitos membros estavam, na verdade, esperando-o no templo para cumprimentá-lo, segundo o The Christian Post.

PUBLICIDADE

“Meu Deus, meu coração está sobrecarregado. Nós amamos vocês [igreja], amamos vocês. Meu coração está sobrecarregado de alegria ”, disse o pastor aos fieis. “Eu os ensinei a amar a Deus por cinco anos. Olhe para eles. Eles são amantes”, constatou feliz.

Ele também brincou com o fato de ter nascido cabelos diferentes nele após a doença causada pelo Coronavírus: “Eu sou um homem diferente. A Covid-19 me deu cabelos ondulados e encaracolados”, disse.

Recordando seu tempo no hospital, o pastor revelou experiências únicas: “Uma enfermeira veio até mim e disse que me perderam duas vezes, disse que me chamavam de milagroso”. Ele acrescentou que perdeu a esperança em um ponto, mas Deus o lembrou do primeiro mandamento: “Você me amou hoje?”, recorda.

Publicidade

Emicida diz que evangélicos vão além de Silas Malafaia e Edir Macedo

Billie Eilish reflete: “Amo a ideia de que existe um Deus”