Pastora trans é escolhida para liderar Igreja Batista de Ohio: ‘Força única’

A Igreja Batista de Ohio, nos EUA, nomeou um pastor transgênero para liderar a denominação, tornando-a uma das poucas congregações batistas nos Estados Unidos a ser liderada por um ministro trans.

Erica é a primeira pastora trans da Igreja Batista.
Erica é a primeira pastora trans da Igreja Batista.

A Peace Community Church ligou para Erica Saunders, formada pela Escola de Divindade da Wake Forest University, para fazer o convite. Eles a recepcionaram com uma festa de boas-vindas.

O fato chamou atenção não só pelo fato de Erica ser trans, mas também por ser pastora, já que a denominação normalmente é dirigida por homens há várias décadas.

A congregação foi fundada como Primeira Igreja Batista de Oberlin em julho de 1866 e é afiliada à Baptist Peace Fellowship da América do Norte, à Associação de Acolhedores e Afirmadores de Batistas, à Aliança de Batistas e às Igrejas Batista Americanas da Região de Rochester/Genesee. 

O comitê de busca pastoral foi o responsável por escolher o nome de Erica. Ele analisou 16 candidatos, dos mais diferentes perfis, e os reduziu para dois, segundo a Baptist News Global. 

“Ambos os candidatos eram candidatos muito fortes, mas Erica se destacou como uma candidata com forças únicas”, disse a equipe de pesquisa em um comunicado divulgado.

“Brilhante, compassiva, cheia de fé e guiada pelo espírito, com uma presença amorosa, ela demonstrou tanto interesse por cada um de nós quanto por ela. No final do tempo que passamos juntos no domingo, quando formamos um círculo e fizemos uma oração de partida, acho que sentimos e ela sentiu a sensação de chamar a nossa igreja.”, diz o texto.

A carta dizia que Saunders é “uma das primeiras mulheres abertamente trans ordenadas na vida batista”. As paixões de Saunders, segundo a carta, incluem “pregação, estudo das origens cristãs [e] educação e defesa LGBTQ”.