Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Jogador do Cuiabá é acusado de homofobia após dizer que homossexualidade “leva à condenação”

A declaração de Pepê aconteceu por meio do Instagram, ao responder um seguidor sobre o que achava sobre a homossexualidade

Publicado

em

O jogador João Pedro Vilardi Pinto, mais conhecido como Pepê, meio-campo e volante do Cuiabá, foi alvo de críticas após publicar em suas redes sociais que homossexualidade é pecado.

A declaração de Pepê aconteceu por meio do Instagram. Ao responder um seguidor sobre o que achava sobre a homossexualidade, o atleta disse que “é pecado” e “leva à condenação”.

“O que acha sobre homossexualidade?”, perguntou o seguidor. “Leva à condenação como qualquer outro pecado se não houver arrependimento”, escreveu Pepê, iniciando a discussão sobre o assunto.

Logo em seguida o jogador continuou com o tema expondo que apenas falou o que está escrito na Palavra de Deus.

“Concordo que Deus é amor, mas a generalização disso nessa geração tem levado muitos ao caminho errado. Amar é falar a verdade! Não julguei, nem condenei, apenas expus conhecimento que o senhor me deu pela Sua palavra, que é a Bíblia, meu manual de fé. A homossexualidade é pecado da mesma forma que adulterar ou até mesmo odiar o seu irmão também é. Pecado é pecado, e ele jamais trará vida”, finalizou o atleta.

Após as postagens, o jogador, de 23 anos, foi bastante criticado pela declaração. As postagens tomaram grande proporção nas redes sociais, com críticas ao jogador.

Publicidade

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe um Comentário

+ Acessadas da Semana