in

Prefeitura investiga igreja que estaria funcionando escondido durante quarentena

Uma igreja evangélica que fica no Jardim Amanda, em Hortolândia (SP), e é presidida por um pastor e uma pastora, estaria realizando cultos às escondidas para mais de 50 membros.

Publicidade

Para isso, as reuniões eram feitas sem o uso do microfone. Membros da igreja foram flagrados fazendo convites a outras pessoas para participarem dos cultos, segundo a Guarda Municipal, que foi acionada para investigar o caso. Não foi divulgado o nome da denominação em questão.

A Prefeitura de Hortolândia baixou decreto de quarentena, por conta da pandemia do novo Coronavírus, que proíbe o funcionamento de todo estabelecimento não-essencial, ou seja, que não se enquadre como supermercado, farmácia ou padaria.

PUBLICIDADE

Segundo a TV Hortolândia, estão sendo feitas ações de fiscalização em vários pontos comerciais e instituições de toda a cidade. Durante as ações, a prefeitura faz orientação de como os estabelecimentos devem receber clientes durante o período da quarentena.

A igreja e todos os outros estabelecimentos que não respeitarem o decreto municipal podem receber multas de até R$ 10 mil reais.

Publicidade

Emissoras dão desconto a igrejas que alugam horários após queda de dízimos

Pastor presidente da Assembleia de Deus no Ceará morre de Covid-19