Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Presidente da Ucrânia condena ataque russo à igreja: “Deus responderá”

Publicado

em

Presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky - Foto: Reprodução

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse nesta quinta-feira (03/03), que vai reconstruir o país quando a guerra terminar e exigiu à Rússia que pague por toda a destruição que a sua invasão está a causar.

“Dizemos à Rússia: ensinem (à população) as palavras ‘reparações’ e ‘contribuições'”, disse Zelensky em um vídeo publicado por ele.

As novas declarações do presidente ucraniano chegam depois das forças russas terem bombardeado na noite de quarta-feira (02/03), a Catedral da Assunção, em Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia, localizada no leste do país.

“A Catedral da Assunção foi danificada como resultado de bombardeamentos. As janelas e vitrais estão partidos. O mobiliário da igreja e as decorações danificadas. As pessoas que se abrigavam lá não ficaram feridas”, aponta um comunicado publicado pelo templo.

“É um dos monumentos ortodoxos mais antigos da cidade e da Ucrânia. É um local sagrado, e agora foi atingido pela guerra. Nem sequer têm medo disso”, afirmou o presidente ucraniano.

“Mas, Deus vê e responde a tudo. Não há esconderijo para sobreviver à resposta de Deus”, completou.

Zelensky prometeu que a catedral será restaurada, para que “não fique lá nenhum rastro de guerra”, e garantiu que nenhum ataque vai abalar a fé dos ucranianos.

“A Rússia destrói as nossas pessoas, tira tudo o que nos é querido, corta a energia elétrica, a água, a calefação dos civis, deixa as pessoas sem comida, sem medicamentos e dispara contra as rotas de evacuação”, disse o presidente da Ucrânia.













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página