Silas Malafaia expõe racha com a família Bolsonaro e faz críticas pesadas

O pastor Silas Malafaia, um dos maiores líderes evangélicos do país, voltou a se indispor com o filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), Eduardo Bolsonaro.

Pastor Silas Malafaia faz críticas a Eduardo Bolsonaro na internet.
Pastor Silas Malafaia faz críticas a Eduardo Bolsonaro na internet.

O “zero dois” de Bolsonaro disse recentemente que os brasileiros que estavam ilegalmente nos Estados Unidos eram uma “vergonha” para o Brasil. Bolsonaro concorda com a ideia do filho, e disse em entrevista durante sua passagem nos EUA que imigrantes nunca têm uma boa intenção ao adentrarem grandes países do mundo.

Silas Malafaia rebateu. Um dos grandes apoiadores de Bolsonaro na eleição do ano passado, o pastor disse que era “exatamente o contrário do que pensa Eduardo Bolsonaro”, e deu sua opinião sobre os imigrantes.

“Não tenho vergonha dos brasileiros ilegais que estão em diversas nações poderosas. Não são vagabundos nem pilantras, pelo contrário, são trabalhadores que foram tentar a vida fugindo do desemprego”, disse o pastor evangélico.

Essa não é a primeira faísca que sai da relação de Silas Malafaia com o Eduardo Bolsonaro. Semanas atrás, o filho do presidente disse que o ex-presidente Lula estava “se fazendo de coitado” ao pedir à Justiça Federal que o liberasse para ir ao enterro do neto, que faleceu em decorrência de uma meningite.

À época, Silas Malafaia tuitou que Eduardo Bolsonaro “perdeu uma ótima oportunidade de ficar de boca fechada”, pois “o sábio Salomão já dizia que até o tolo, quando se cala, se passa por sábio”.

Partes do segmento evangélico andam desapontadas com a falta de diálogo do presidente Bolsonaro com a bancada evangélica. Pastores-deputados dizem nos bastidores que o Jair dá mais abertura ao militares e aos filhos do que aos religiosos que lhe garantiram a vitória nas eleições do ano passado. E o atrito está só começando.