in

Sobrinho gay de Silas Malafaia quer associar sobrenome à causa LGBT

Rodrigo Westermann Malafaia, modelo gay brasileiro, afirma que é sobrinho-neto do pastor Silas Malafaia, presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC).

Publicidade
Rodrigo Malafaia (Rosa) e o noivo Leandro Buenno (Preto).
Rodrigo Malafaia (Rosa) e o noivo Leandro Buenno (Preto).

Ele chamou atenção meses atrás após anunciar o parentesco com o líder evangélico, e revelar que sofre muito preconceito da família por ser gay.

Agora, em entrevista à Veja, Rodrigo conta que também sofreu preconceito por causa de seu nome, e que por algum tempo parou de usá-lo, por conta da associação feita com o pastor Silas Malafaia.

“Meu avô é primo do pai dele, e eu digo que o Silas é meu tio-avô distante, para encurtar a história. A qualquer lugar que ia, eu me apresentava como Malafaia […] Conforme fui crescendo, porém, minha percepção mudou — e acredito que a visão das pessoas sobre meu parente famoso também. Hoje, elas me olham com repúdio quando digo meu sobrenome. Eu não costumo usar mais o Malafaia. É como uma sombra que paira sobre mim”, afirmou.

PUBLICIDADE

O modelo disse, no entanto, que pretende voltar a utilizar seu sobrenome famoso, pois planeja fazer com que “Malafaia” seja atrelado à causa LGBT, dando um novo sentido e identidade à palavra.

“Fico indignado quando vejo que há um discurso de ódio explícito como o do Silas Malafaia em pleno século XXI. É chocante ver uma pessoa que se diz pastor e se apresenta como a voz de Deus pregar com tanto ódio e agressividade contra os homossexuais. Mas o sobrenome Malafaia não precisa ser lembrado só como sinônimo de ódio — pode ser lembrado por alguém que deseja apenas viver em paz e harmonia. Acredito que o amor sempre vence”, diz.

Rodrigo se casará em breve com seu noivo, o cantor e DJ Leandro Buenno. A cerimônia não deve contar com a presença da família Malafaia, que é contra o casamento.

Publicidade

Presidente gospel da Sony Music responde críticas à música “Girassol”

Polícia do RJ recupera dados do celular do marido morto da gospel Flordelis