in

Testemunha diz que filha de Flordelis atirou no pênis de Anderson do Carmo

O assassinato do pastor Anderson do Carmo, que tem entre as investigadas a mulher dele, a deputada federal Flordelis, ganhou um desdobramento na noite da última sexta-feira (11). Antes da quarta audiência do processo sobre o homicídio, uma ex-frequentadora da igreja da parlamentar, Vivian Maria, disse em acareação ter ouvido que a filha biológica de Flordelis, Simone dos Santos, também atirou contra a vítima.

Publicidade

Segundo o relato, publicado pelo portal UOL, Simone efetuou os disparos nas partes íntimas de Anderson, dentro da garagem da família, em Niterói (RJ). Trata-se de uma nova versão para o crime, ocorrido em junho do ano passado. Vivian disse ainda que soube que o outro filho de Flordelis, André de Oliveira, teria segurado o pastor para que Simone e Flávio atirassem nele.

A testemunha relatou que os detalhes foram contados a ela por Cristiana Rangel, mulher do pastor Carlos Ubiraci, preso acusado de envolvimento no assassinato. Ambos são filhos afetivos de Flordelis e moravam todos na mesma casa. Diante da juíza Nearis dos Santos, Cristiana negou que tivesse feito os relatos sobre o crime para a frequentadora da igreja.

A nova versão sobre o assassinato do pastor Anderson surgiu na audiência passada durante o depoimento da empresária Regiane Rabelo, que revelou ter ouvido a história de Vivian. No entanto, o MPRJ (Ministério Público do Rio) não acrescentou o depoimento ao processo.

PUBLICIDADE

Para o advogado da família de Flordelis, Luis Felipe Alves, o relato é “coisa de gente fofoqueira da igreja”. “O promotor já desconsiderou esse depoimento e não vai incluir na denúncia. Se ele entendesse que isso de fato ocorreu, iria aditar a denúncia, ou seja, incluir os fatos. Essa história já caiu por terra”, afirmou ao UOL.

Também ouvido na audiência, o pai do pastor relatou à Justiça que Anderson era filho adotivo e que nunca o ajudou financeiramente. Ele afirmou desconhecer qualquer problema de relacionamento entre Anderson e Flordelis.

Publicidade

Padre planejava fazer missa para “queimar máscaras” mas morre de Covid-19 em SP

Após flagra de pastor acariciando fiel, igreja escolhe novo presidente em MS