Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Vaticano se oferece para ‘mediar’ conflito entre Rússia e Ucrânia

Publicado

em

Papa Francisco, líder do Vaticano - Foto: Redes Sociais

O Vaticano, país liderado pelo Papa Francisco, disse nesta segunda-feira (28/02), que está pronto para “facilitar o diálogo” entre a Rússia e a Ucrânia para acabar com a guerra.

O secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, disse em uma entrevista concedida aos jornais italianos Il Corriere della Sera, La Repubblica, La Stampa e Il Messaggero, que a Santa Sé “está pronta a facilitar as negociações entre Rússia e Ucrânia”. A proposta do Vaticano foi feita algumas horas antes do início das primeiras conversas entre as partes, nesta segunda, em Belarus.

“A Santa Sé, que nos últimos anos tem acompanhado de forma constante, discreta e com grande atenção os acontecimentos na Ucrânia, oferecendo sua disponibilidade para facilitar o diálogo com a Rússia, está sempre pronta para ajudar as partes a retomarem o caminho do diálogo”, afirmou o número dois do Vaticano.

Pietro Parolin reconheceu que a propagação do conflito seria uma “gigantesca catástrofe”, um “cenário assustador”. “É preciso evitar qualquer escalada, deter os confrontos e negociar”, disse Parolin, que está no cargo desde 2013.

“Estou convencido de que sempre há espaço para a negociação. Nunca é tarde demais! Porque a única forma razoável e construtiva de resolver as diferenças é o diálogo, como o papa Francisco não se cansa de repetir”, completou.













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página