in

Ana Paula Valadão anuncia retorno de cultos presenciais na Igreja Diante do Trono

Publicidade

A cantora gospel Ana Paula Valadão e seu esposo, pastor Gustavo Bessa, anunciaram agora há pouco o retorno dos cultos presenciais em sua igreja, “Before The Throne Church”, em Miami (EUA).

Alguns estados americanos já estão liberando a volta do comércio local e de alguns serviços, como igrejas, segundo alguns critérios. Por conta disso, a igreja do Diante do Trono será reaberta.

Desde que a pandemia do novo Coronavírus começou, não só a BChurch fechou suas portas, como todas os templos ligados à Igreja Batista da Lagoinha, no Brasil e no mundo, e passaram a ofertar cultos apenas online para seus membros.

A cantora gospel Ana Paula Valadão comemorou com os seguidores a novidade, tão aguardada pelos que congregam na igreja.

“Quem aí está com saudades de congregar? Já estamos com data marcada para voltar nossos cultos presenciais! Dias 30 e 31 na @beforethethronechurch! Vai ser fim de semana de #Pentecostes e isso me faz lembrar Atos 2:1 “estavam todos reunidos no mesmo lugar. De repente, veio do Céu…”, disse ela.

PUBLICIDADE

Ana Paula Valadão desejou que outras igrejas pelo mundo comecem a reabrir também, mas sempre de acordo com as recomendações sanitárias das autoridades, já que cada região apresenta uma foma diferente de tratar o assunto, de acordo com o número de infectados, a propagação do vírus no local, e a capacidade do sistema de saúde.

“Deus abençoe o retorno de todas as igrejas, no tempo apropriado, seguindo todas as orientações de segurança para esse tempo. Santa expectativa por aqui!”, finalizou.

Aqui no Brasil, decretos estaduais e municipais proíbem a reabertura de templos religiosos, dentre outras atividades que não sejam essenciais, prevendo até multa em caso de descumprimento. O país já é considerado o novo epicentro da doença no mundo, com recordes diários de mortos e novos infectados.

Publicidade

Após Freixo desistir, PSOL deve lançar pastor como candidato à prefeitura do Rio de Janeiro

Pastor do CE que morreu de Covid-19 cedeu vaga em UTI para dois pacientes mais graves