Ana Paula Valadão revela grave crise financeira do Diante do Trono

O ministério Diante do Trono esteve ministrando neste último fim de semana em Cuiabá (MT), em uma edição regional de seu Congresso Diante do Trono. Ana Paula Valadão cantou diversas músicas do grupo, trouxe palavras e ministrações, e compartilhou com todos um momento especial e marcante na sua vida e para o próprio DT: uma forte crise financeira.

Ana Paula Valadão comenta sobre crise financeira no Diante do Trono.

O vídeo com o momento do testemunho estava no ar até a noite de ontem (25) no Youtube, mas foi bloqueado por conta de direitos autorais. O Portal do Trono, no entanto, teve acesso ao material e assistiu antes que ele saísse da plataforma. Ana Paula Valadão contou que a administração do ministério estava, há um tempo atrás, nas mãos de uma só pessoa que era de sua confiança, mas que isso acabou gerando um problema gigante. Foi descoberto que o Diante do Trono estava com muitas dívidas com a Receita Federal do Brasil, por conta de tributos não pagos regularmente. O montante, segundo Ana Paula, chegou a um patamar impagável.

A líder do Diante do Trono compartilhou com os presentes que a culpa de tudo recaiu em cima dela, já que tinha deixado tudo a cargo de uma única pessoa, confiando em seu trabalho. E se desesperou quando percebeu que o ministério não tinha como quitar suas dívidas com o fisco. Depois de tanto orar, Ana Paula Valadão viu no Refiz 2017, um programa de perdão de dívidas tributárias do Governo Federal para empresas, uma oportunidade de ficar em dia com a Receita Federal, e por isso tentou um acordo.

Seria dada uma entrada, e o restante seria dividido em vários anos, com parcelas que o Diante do Trono poderia arcar, ganhando para isso um desconto de quase metade do valor total devido. Mas o problema é que o grupo não tinha sequer o dinheiro dessa entrada. E foi aí que houve um certo desespero, o que fez com que Ana Paula gritasse pedindo a ajuda de Deus para resolver o problema.

Cerca de 3 dias após ela clamar a Deus com fervor, um devedor do Diante do Trono repassou ao grupo um dinheiro que estava para ser recebido, que serviu, finalmente, para pagar o valor da entrada na renegociação da dívida fiscal, pondo fim ao problema.

Portal do Trono buscou junto ao Tribunal Regional Federal da 1ª região, e descobriu que a Receita Federal já estava executando o Diante do Trono pela dívida, que segundo consta, é de natureza previdenciária. A última movimentação do processo foi há cerca de 1 ano atrás, dia 28/07/2017, onde foi determinado pelo juiz Luiz Cláudio Lima Viana, da 2ª Vara Federal de Belo Horizonte, a suspensão do processo a pedido das partes, tendo em vista que haviam chegado a um acordo de parcelamento. Que, como se percebe, restou bem sucedido, segundo a líder do ministério.

Tempos atrás, Ana Paula Valadão já havia aberto seu coração, afirmando que o Diante do Trono estava com problemas financeiros. Ela contou que seus bens pessoais foram vendidos para manter projetos missionários que o grupo tenta manter, como o da Índia, por exemplo. Para isso, foi criado um site para arrecadar fundos, o Missão DT.

Erramos: O Congresso Diante do Trono ocorreu em Cuiabá (MT), não em Curitiba (PR) como havíamos escrito. 

Tadeu Ribeiro
[email protected]