Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

“Declaração à Nação” de Bolsonaro foi redigida por Michel Temer

Publicado

em

A “Declaração à Nação” divulgada pelo presidente Jair Bolsonaro na tarde desta quinta-feira (09/09), teve seu esboço produzido pelo ex-presidente Michel Temer.

Na carta, Jair afirma que não teve “nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes” e justifica que suas palavras “por vezes contundentes, decorreram do calor do momento”.

Segundo Temer, ele quem produziu o esboço da “Declaração à Nação” divulgada pelo Palácio do Planalto. Segundo ele, o presidente Jair Bolsonaro fez apenas “uma pequena observação” no texto.

“O presidente havia me telefonado ontem para trocarmos ideias sobre a situação do país. Eu fiz ponderações. Depois tive a oportunidade de dar uma palavra com o ministro Alexandre de Moraes e verifiquei que ele não tem absolutamente nada pessoal contra o presidente nem contra ninguém”, contou Temer.

“Mais tarde, o presidente me ligou, por volta das 23h, e conversamos mais. Falei que era preciso pacificar o país, que o estilo ideal seria uma obediência à harmonia entre os Poderes, às decisões judiciais… e dar uma palavra de tranquilidade. Ele ouviu, muito bem, boa noite. Hoje de manhã me ligou e perguntou ‘você pode vir almoçar?’. Eu vim e trouxe o esboço da declaração. Submeti a ele nesse almoço, e ele disse que faria apenas uma observação”, completou ele.

O presidente citou na carta “as qualidades como jurista e professor”, de Moraes, mas diz que “medidas judiciais serão tomadas de forma a assegurar a observância dos direitos e garantias fundamentais”.

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe um Comentário













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página