in

Câncer da evangélica Devi Titus se espalha do útero para o pulmão

Devi Titus, um das maiores palestrantes e escritoras evangélicas do mundo, abriu o coração e revelou aos seus seguidores que está enfrentando uma nova batalha em seu corpo.

Publicidade

Ela ficou bastante conhecida aqui no Brasil após participar de algumas edições do Congresso Mulheres Diante do Trono. É amiga de Ana Paula Valadão, Eyshila, Elizete Malafaia, Fernanda Brum, dentre outras.

Em 2018 ela já havia sido diagnosticada com câncer no endométrio, que fica no útero feminino, e precisou passar por uma cirurgia para retirá-lo, além de se submeter a sessões de radioterapia. O câncer havia-se ido.

Mas agora Devi Titus anunciou que descobriu que a doença voltou a se manifestar, dessa vez no pulmão.

“Há apenas 2 semanas, em 22 de agosto de 2020, fui ao pronto-socorro com uma dor terrível. Fui enviada para o andar de câncer UT Southwestern e após 9 dias o diagnóstico foi feito. Agora estou em casa, descansando e recuperando minhas forças. O câncer endometrial se espalhou em metástase pelo meu pulmão”, diz o comunicado.

PUBLICIDADE

Devi Titus, no entanto, explicou que não se trata de um câncer de pulmão propriamente dito, apesar do tumor dificultar sua atividade respiratória.

“Embora esteja no pulmão, isso não é chamado de “câncer de pulmão”. Eu tenho um pequeno tumor de câncer endometrial que bloqueia uma via aérea no meu pulmão direito. Esse bloqueio cria outras complicações, como a formação de fluido nos pulmões e no coração (comumente chamado de pneumonia)”, explicou.

A palestrante evangélica contou também que não sabe ainda como será seu tratamento, que está sendo estudado pelos médicos, mas afirmou que confia nos planos de Deus para sua vida.

“Tenho paz… Semana que vem saberemos qual será o plano de tratamento e aceitaremos o que Deus nos colocou. Obrigado pelo seu amor e preocupação. Obrigado especialmente por suas orações”, agradeceu. Confira o comunicado:

Publicidade

Filho de R.R. Soares consegue aprovar perdão de R$1 bilhão para igrejas

André Valadão sobre gays evangélicos: ‘Na igreja não dá’