in

Diabética em estado grave de Covid-19 clama a Deus e sobrevive

Djenane Pereira Fernandes Almeida, de 40 anos, que é técnica de enfermagem, relatou uma experiência sobrenatural em sua vida, depois que conseguiu ter uma “nova chance” de vida, enquanto lutava contra a Covid-19.

Publicidade

De Serra (ES), a técnica de enfermagem que cuida de idosos disse que, no momento mais crítico da doença, ela decidiu conversar com Deus e pedir uma segunda chance.

“Só estávamos eu e Deus naquele momento. Pedi a Ele em voz alta: ‘Me dê uma segunda chance de viver, Senhor’”, lembra.

Por ser diabética, o estado de saúde dela piorou rapidamente: “As minhas dores viraram desespero. Por ser diabética, eu sabia que meu corpo não resistiria a uma intubação. Quando a ambulância chegou para me levar, um funcionário perguntou se eu acreditava em Deus. Eu disse que sim e que, por isso, ficaria tudo bem”, lembra Djenane. 

Com a saturação em 53%, ela sabia que precisava ser entubada na UTI, o que de fato aconteceu. Desesperada, ela decidiu conversar com Deus novamente naquela madrugada.

PUBLICIDADE

“Já era madrugada quando eu conversei com Deus novamente, contei que Ele me fortalecia. Sabia que não me deixaria lá, nas trevas”, recorda-se.

Pela manhã, Djenane decidiu fazer mais um pouco, e louvou a Deus em voz alta músicas gospel na cama de UTI, até que a médica de plantão veio observá-la e se surpreendeu com a saturação do sangue da paciente, que subiu de 53% para 98%.

A técnica de enfermagem continuou se recuperando e recebeu alta dias depois. Para ela, não há dúvidas de que tudo foi um milagre de Deus.

“Eu tive que aprender a respirar de novo e  falei com Deus novamente: ‘Daqui eu vou para minha casa’. Eu sou um verdadeiro milagre Dele, nasci de novo. A minha conversa com Deus me fez estar aqui, junto com meus filhos e meus familiares”, disse Djenane.

Publicidade

Michelle Bolsonaro responde críticas sobre avó: ‘Se aproveitam’

Mulher quebra obra caríssima de Romero Britto em protesto contra ele