Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Estudante cristã é espancada e queimada até a morte por colegas na Nigéria

Publicado

em

Deborah foi apedrejada até a morte e queimada por um grupo de colegas muçulmanos por supostamente blasfemar contra sua religião - Foto: Reprodução/Twitter

Um crime brutal contra uma estudante cristã de 25 anos chocou a cidade de Sokoto, no noroeste da Nigéria, na manhã desta quinta-feira (12/05). Deborah Emmanuel foi espancada e queimada até a morte por um grupo de colegas de classe.

Deborah foi apedrejada até a morte e queimada por um grupo de colegas muçulmanos por supostamente blasfemar contra sua religião por meio de um grupo de WhatsApp.

A jovem foi morta por seus colegas de classe dentro da Faculdade de Educação Shehu Shagari. Segundo informações, ela teria entrado em uma discussão com colegas de classe depois de enviar uma mensagem de WhatsApp, que foi interpretada por eles como blasfêmia.

Em um comunicado, a polícia local informou que ela foi acusada de fazer uma postagem “que blasfemava o profeta Maomé”. Além disso, surgiram informações de que ela teria recusado uma proposta de um muçulmano para sair com ela. Com a negativa, os colegas acusaram Deborah de insultar o profeta Maomé.

No entanto, as acusações foram apontadas como falsas pelo pastor David Ayuba Azzaman, que afirmou que a jovem estava reclamando da discriminação contra cristãos nas tarefas.

“A Deborah estava reclamando em grupo da classe no WhatsApp como eles discriminam os cristãos nas tarefas e provas da faculdade em favor dos muçulmanos”, disse ele ao Morning Star News.

“Isso é o que eles usaram como parâmetro para dizer que ela insultou Maomé. Ela não insultou o profeta Maomé”, acrescentou o pastor. “Depois descobriram que ela recusou o pedido de namoro de um muçulmano. Isso o levou a acusá-la de insultar o profeta Maomé”, continuou.

Um vídeo da jovem sendo espancada viralizou nas redes sociais na Nigéria. As imagens mostram a estudante cristã deitada no chão, tentando cobrir a cabeça com o braço ensanguentado, enquanto era espancada por rapazes e moças que gritavam “Allahu Akbar” (“Alá é Grande”) – assista abaixo:

Um outro vídeo publicado no Twitter, mostra Deborah caída no chão e sendo apedrejada por várias pessoas. Neste momento, a jovem já não esboçava mais reação. Logo em seguida, são jogados vários pneus em cima da jovem cristã. A cena é chocante, e por respeito aos nossos leitores, não divulgaremos o vídeo.

Funcionários da faculdade tentaram conter a multidão que agredia Deborah, mas não conseguiram. Depois do crime, dois estudantes foram presos por sua conexão com o crime. O caso está sendo investigado pela polícia nigeriana.

O assassinato de Deborah causou indignação e choque entre muitos nigerianos nas redes sociais. Ela, que era estudante de Economia, frequentava a igreja evangélica Winning All, uma das maiores denominações da Nigéria, e morava com os pais em Sokoto, de acordo com a organização International Christian Concern (ICC).

A Associação Cristã da Nigéria (CAN) descreveu o assassinato na quinta-feira como um dia triste para toda a comunidade cristã, pediu calma e que o governador garanta que a justiça seja feita. “Recebemos a notícia com um grande choque, considerando a maneira como sua vida foi encerrada”, afirmou o CAN.

A organização disse ainda que a comunidade cristã no estado de Sokoto “condena em termos mais fortes, o ato maligno e criminoso”.

“Pedimos a Sua Excelência, o Governador Executivo do Estado de Sokoto, Aminu Tambuwal e outras agências de segurança, que investiguem completamente este assunto, com o objetivo de prender os autores, o que servirá de dissuasão para aqueles que contemplam fazer o mesmo em futuro”, disse em um comunicado.

A CAN também pediu aos cristãos de todo o estado que permaneçam calmos, enquanto aguardam que a justiça seja feita de forma adequada e em breve.

Segundo a Portas Abertas, organização que apoia cristãos perseguidos no mundo, a Nigéria ocupa a sétima posição de países onde os cristãos são mais perseguidos por causa da fé em Jesus.

  • RECEBA NOTÍCIAS DO PORTAL DO TRONO DIRETAMENTE DO WHATSAPP!
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe um Comentário

+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página