FALSO: Manuela D’Ávila não comparou o cristianismo ao PT

A informação de que a candidata a vice-presidente de Fernando Haddad (PT), Manuela D’Avila (PCdoB), teria dito que a popularidade do cristianismo iria desaparecer e que o PT é mais conhecido que Jesus é mentira. As informações estão sendo repassadas por eleitores em grupos de Whatsapp, mas a Folha de S. Paulo checou que a informação é falsa.

FALSO: Manuela DÁvila não comparou o cristianismo à chapa do PT.
FALSO: Manuela DÁvila não comparou o cristianismo à chapa do PT.

O texto que está sendo compartilhado, na verdade, não é de Manuela D’Ávila, mas sim do cantor Jhon Lennon, dos Beatles, e foi feito em 1966 durante uma entrevista para Maureen Cleave. Nele, Jhon Lennon diz que “O Cristianismo irá acabar. Irá diminuir e sumir. Eu não preciso de argumentos para provar isso. Eu estou certo e será confirmado que estou certo. Nós [Beatles] somos mais populares que Jesus hoje em dia; não sei quem será esquecido primeiro, o rock and roll ou o Cristianismo. Jesus era bom, mas seus discípulos são cabeças-dura e ordinários. Eles distorcendo tudo é que fazem com que isso não signifique nada para mim.”

Assim, Manuela D’Ávila NÃO disse que o PT era mais popular que o cristianismo, e o texto compartilhado é, na verdade, de Jhon Lennon.

Publicar notícias falsas é crime, e pode gerar até 3 anos de prisão para quem as difundir. Se você está em dúvida sobre algum link ou informação, nos envie clicando aqui, e iremos checá-la. O Portal do Trono irá contribuir para que as eleições se baseiem nos princípios da verdade, tão preciosos para o cristianismo.