Escanteada pelo gospel, Flordelis abre jogo e espera vencer investigação

A cantora gospel e deputada federal Flordelis (PSD) utilizou seu espaço parlamentar para discursar na Câmara dos Deputados sobre a morte de seu esposo, o pastor Anderson do Carmo, assassinado no último dia 16 de junho.

Cantora gospel e deputada federal Flordelis.
Cantora gospel e deputada federal Flordelis.

“Meus agradecimentos ao presidente da Frente Parlamentar Evangélica, deputado pastor Silas Câmara. A todo instante eu recebi mensagens de apoio. Quero agradecer também pelas orações que ainda estão fazendo em meu favor”, começou o discurso.

A cantora gospel disse que não se arrepende de ter adotado o silêncio como estratégia de defesa, já que está sendo investigada pela Polícia Civil do Rio, que tenta descobrir as motivações do assassinato do pastor, e quem foi o(a) mandante.

“A melhor escolha que eu fiz foi estar em silêncio e deixar que Deus trabalhe, que Deus fale e que Deus aja por mim. Ele já tem feito grandes milagres no meio disso tudo. E eu tenho convicção de que bem próximo eu estarei dando meu testemunho de vitória”, acredita.

Cantora gospel Flordelis fala na Câmara dos Deputados.

O inquérito policial que está sendo produzido para investigar a morte do religioso segue em segredo de justiça. Nas últimas semanas, o ministro Luís Roberto Barroso do STF afastou o foro privilegiado da deputada Flordelis, e determinou que o caso fosse investigado pela Polícia Civil do RJ.

O pastor Anderson do Carmo foi morto a tiros no último dia 16 de junho, ao chegar em casa de madrugada com a deputada e cantora gospel Flordelis, sua esposa.

Dois filhos do casal estão presos, suspeitos de terem cometido o crime. Um deles, segundo a polícia, confessou que matou o pai, e que o irmão foi responsável por comprar a arma utilizada.