Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Lula diz que não será contra o aborto caso seja eleito: “Saúde pública”

Publicado

em

Pré-candidato a presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva - Foto: Reprodução/Redes Sociais

Em entrevista à Rádio Super Notícia na manhã desta quinta-feira (24/03), o ex-presidente Lula (PT), falou sobre as chamadas “pautas de costumes” e citou o aborto, dizendo ser contra, mas que como presidente será diferente.

Pré-candidato a presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, DE 76 ANOS, disse, em entrevista ao jornal Super N 1ª Edição, que, quando a pauta de costumes chegar até a ele, vai discuti-la sem nenhum problema. Para isso, ele citou o aborto, um dos temas mais polêmicos atualmente.

“Eu Lula, pai de cinco filhos, fui contra aborto e sempre fui. Agora, eu chefe de Estado, preciso tratar o assunto como saúde pública. Pessoalmente é meu pensamento, mas como vou tratar isso como chefe de Estado? Aí é colocar todas as mulheres em igualdade de condição”, afirmou o presidenciável.

“Muita gente é contra aborto, mas corre para outros países pra fazer escondido, enquanto isso mulheres morrem na rua. Cabe ao Estado dar a essas pessoas capacidade de tratamento digno, esse é o papel do Estado”, disse.

O ex-presidente se disse tranquilo quanto às “pautas de costumes” e destacou que as discussões sobre tais temas cabem ao Congresso Nacional.

“A pauta de costumes não é problemática pra mim. Quando apresentar, vai ser discutida no fórum adequado, que é o Congresso Nacional”, disse Lula. Assista abaixo:

  • RECEBA NOTÍCIAS DO PORTAL DO TRONO DIRETAMENTE DO WHATSAPP!













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página