Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Menina de 11 anos perde a perna em acidente com carro alegórico, no Rio

Publicado

em

Menina perde a perna em acidente com carro alegórico na saída do Sambódromo - Foto: Divulgação

Uma menina de 11 anos sofreu um acidente na dispersão do Sambódromo e precisou amputar uma das pernas durante a cirurgia, informou a Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Raquel Antunes da Silva teria quebrado as duas pernas ao tentar subir em um carro alegórico da escola de samba “Em Cima da Hora”, no fim da noite desta quarta-feira (20/04), e ficou imprensada entre a alegoria e o poste.

Segundo o boletim médico, a menina segue em estado de saúde grave após a operação, informou a secretaria na manhã desta quinta-feira (21/04).

Os desfiles da Série Ouro, antigo Grupo de Acesso, chegaram a ser interrompidos em função do acidente, que aconteceu por volta das 23h. Segundo o portal G1, a menina teve traumatismo no tórax e, durante a cirurgia, teve uma parada cardíaca.

Parentes e amigos da criança estiveram no Hospital municipal Souza Aguiar ao longo da madrugada e no início da manhã. A mãe de Raquel, que está grávida, passou mal ao ser informada sobre o estado de saúde da filha.

Algumas testemunhas contaram que a menina subiu no carro alegórico, que estava parado na rua. Quando o veículo começou a ser empurrado, a menina sofreu o acidente. Já uma amiga da família disse que a menina estava apenas perto do carro.

“Tinham muitas crianças aqui em cima do carro alegórico, quando houve o acidente”, disse uma testemunha.

Segundo o Jornal O Globo, por volta de 10h30 desta quinta-feira, uma tia da menina disse que ela está estável depois da cirurgia e não corre o risco de perder a outra perna, que estava em estado crítico.

“Ela está estável. Agora só oração e vamos ver se ela sai dessa. Não vai perder a outra perna. Eu fui lá ver e ela está estável”, disse Rosana, tia de Raquel.

Uma equipe da 6ª DP (Cidade Nova), que investiga o caso, esteve no hospital na manhã desta quinta.

A assessoria de imprensa da escola de samba Em Cima da Hora informou que “trata o caso como uma fatalidade”. Disse ainda que a diretoria da agremiação está em contato com a Liga das escolas da Série Ouro e com autoridades e que em breve vai emitir um comunicado oficial.

  • RECEBA NOTÍCIAS DO PORTAL DO TRONO DIRETAMENTE DO WHATSAPP!
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe um Comentário













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página