Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Pastor e filha morrem soterrados devido às chuvas no Grande Recife

O religioso é uma das vítimas fatais dos temporais que atingem Pernambuco

Publicado

em

Ezequias Oliveira e sua filha Luana Beatriz Oliveira - Foto: Reprodução

Um pastor evangélico é uma das vítimas fatais dos temporais que atingem Pernambuco desde 23 maio. A morte do religioso foi confirmada por um familiar ao g1.

O agente de negócios Elvis Drummond informou com tristeza que sua irmã Luana Beatriz Oliveira, 19 anos, e o pai dela, Ezequias Oliveira, que era pastor evangélico, morreram após um desmoronamento no bairro Jardim MonteVerde, no limite entre o Recife e Jaboatão dos Guararapes.

Ao menos 21 pessoas morreram na localidade, a mais atingida pelas chuvas torrenciais que caem sobre Pernambuco.

Segundo Elvis, o pastor estava com a filha e tentava mudar uma geladeira de lugar, quando uma barreira deslizou sobre a casa onde moravam.

“Ela e o pai entraram dentro de casa para tirar uma geladeira do lugar, para que não estragasse por causa da chuva. A barreira deslizou quando estavam movendo a geladeira. Faz dois anos que eu me mudei de lá, mas nasci e me criei em Monte Verde. Desde as 9h o pessoal está aqui no IML tentando liberar os corpos. Está um caos, muita burocracia, tem gente desde sexta-feira (20) aqui”, disse ele ao g1.

O Grande Recife contabiliza 87 corpos achados em meio a lama até esta segunda-feira (30/05). O estado está sob forte chuva desde o dia 23 maio. O governo do estado não atualizou o total de desaparecidos, mas eram 56 até o domingo (29/05).

Além disso, o número de desabrigados era de mais de 3,9 mil até este domingo, principalmente nos municípios da Região Metropolitana e na Mata Norte.













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página