in

Pastor morre afogado em bordel horas depois de inaugurar igreja em SP

O pastor evangélico Lázaro Peres Gonçalves, de 56 anos, morreu em um bordel de Assis, no interior de São Paulo.

Publicidade

O caso aconteceu no último sábado (12), às 3h45 da madrugada, horas depois do religioso ter inaugurado uma igreja em Cândido Mota (distante 84 Km de Marília).

O senhor foi achado já desacordado do lado de uma piscina no estabelecimento, que se chama Boate Maçã do Amor. Segundo a polícia, a vítima aparentava ter se afogado, e chegou até a ser socorrido para um hospital da região, mas não resistiu e faleceu.

A Polícia Civil de São Paulo investiga o que aconteceu. Segundo o registro feito pelo delegado responsável, o pastor foi até o prostíbulo com um grupo de amigos.

PUBLICIDADE

Os relatos apontam que os amigos perceberam, em um determinado momento da noite, que o pastor havia sumido. Eles então saíram à procura, e o encontraram caído na borda da piscina, recebendo uma massagem cardíaca de um desconhecido.

A Polícia Civil trabalha com a hipótese do pastor ter se afogado enquanto nadava. Mesmo assim, apreendeu os celulares do religioso e de seus amigos, bem como determinou perícia na boate e no corpo da vítima, para saber se o religioso consumiu alguma substância na ocasião.

Publicidade

Eleições tem nomes exóticos: “Advogado de Deus” e “Capeta” concorrem

Justiça determina tornozeleira eletrônica para Flordelis, que se diz perseguida