Conecte-se conosco

Mundo Cristão

Pastor Neil Barreto pede exoneração da Igreja Betânia

Neil pastoreou a Igreja Betânia por 30 anos

Publicado

em

Neil Barreto - Foto: Reprodução/Redes Sociais

O pastor evangélico Neil Barreto pediu exoneração da Primeira Batista do Jardim Betânia, localizado em Realengo, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pela instituição neste domingo (26/06).

Neil era presidente da Betânia e tinha anunciado seu afastamento temporário do comando da igreja no mês de abril, após suspeita de que teria engravidado uma mulher fora do casamento. Em maio, o religioso confirmou o caso.

A igreja publicou uma carta neste domingo para informar que Neil Barreto pediu exoneração, ou seja, expressou a vontade em deixar de ocupar o cargo na instituição religiosa.

“Em sua carta, o Pastor Neil externou que as razões que o levaram a tomar esta decisão são de ordem pessoal”, disse a carta assinada por Denilson Lessa Silveira, primeiro vice-presidente. “Externou, ainda, o seu especial agradecimento a Deus, liderança e membresia, pelo privilégio de ter pastoreado a Igreja Batista Betânia, e pela profícua e abençoada caminhada durante os últimos 30 (trinta) anos”, afirmou a igreja.

A polêmica envolvendo Neil, surgiu em abril deste ano, após o pastor Anderson Silva, da Igreja Vivo Por Ti, realizar uma série de stories no dia 17 daquele mês. Em uma das postagens, o pastor revelou um relato de uma mulher na qual dizia que sua cunhada teria engravidado do pastor Neil.

Além disso, na mesma mensagem, falou que o então pastor da Batista Betânia propôs que a sua irmã abortasse. A grave acusação repercutiu na mídia fazendo Neil publicar uma nota de esclarecimento um dia depois negando que tenha sugerido o aborto, mas, não negou que seria o pai da suposta criança.

Um mês depois, Neil Barreto confirmou aos fiéis da Igreja que ele realmente era o pai da criança. Em um comunicado, o pastor afirmou que caiu há 10 anos, onde engravidou uma mulher.

A decisão de comunicar o ocorrido veio após um exame de DNA confirmar que o religioso é o pai da menina.

+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página