Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Saiba o que é Alebrijes, instalada na ONU e que se assemelha à ‘besta’ de Apocalipse

Publicado

em

Repercute nacionalmente entre os cristãos o monumento “Guardião da Paz e Segurança Internacional” que foi instalado na praça das Nações Unidas, em Nova Iorque (EUA). Pelo fato da estátua se assemelhar a uma passagem do livro bíblico de Apocalipse, em que descreve a “besta” dos últimos dias, tem chamado a atenção da comunidade evangélica.

O monumento, que é semelhante a um leopardo, pés como os de urso e boca como de leão, foi instalado na praça das Nações Unidas no início de novembro e tornou-se o símbolo guardião da paz e segurança internacional para os anos de 2021 e 2022 no Conselho de Segurança da ONU. Ele foi feito por artesãos da cidade de Oaxaca, no México.

Essas mesmas descrição se encontram no livro de Apocalipse 13:2, que descreve a “besta” profetizada nos últimos dias. Por causa disso, o fato vem chamando a atenção de milhares de cristãos e gerando grande discussão na internet. Muitos até afirmam se tratar de mais um sinal da Volta de Cristo, e o surgimento do anticristo.

O QUE SÃO ALEBRIJES?

A estátua é um alebrije, feito por artesãos chamados Taller Jacobo e Maria Angeles. Eles são responsáveis por criarem diversas esculturas, ou melhor alebrijes, além do monumento “Guardião da Paz e Segurança Internacional”, que foi adquirido pelo Governo de Oaxaca, no sul do México. O presente dado à ONU foi para fortalecer a presidência do México durante o mês de novembro no Conselho de Segurança da ONU.

Muitos internautas ficaram sem entender o real significado do alebrije, a estátua instalada na praça das Nações Unidas, e que está causando grande polêmica por sua semelhança à ‘besta’ descrita em Apocalipse.

Alebrije são peças de artesanato esculpidas e pintadas à mão por artesãos. Geralmente, representam animais imaginários e são coloridos de cores marcantes, alegres e vibrantes. Segundo informações, os Alebrijes foram criados por Pedro Linares López, em 1936, por meio de um sonho que ele teve quando estava muito doente e à beira da morte.

Taller Jacobo e Maria Angeles – Foto: Arquivo Pessoal

“PROTETORES DE SONHOS”

Diz a lenda mexicana que Pedro viu em um bosque com seres surreais, criaturas que são meio animais, meio humanas, que brilhavam e diziam cada vez mais alto e repetidamente a palavra “Alebrijes”.

Depois disso, artesãos de Oaxaca acreditavam que ao esculpir as peças atraía sorte, além de usarem para fins religiosos e armadilhas de caça. Além disso, eles acreditam que somente criaturas de outro mundo são capazes de espantar pesadelos. Por isso, os ‘Alebrijes de Oaxaca’, como são chamadas no país, tomaram forma nas mãos dos artesãos oaxaquenhos para cumprirem seu papel de “protetores de sonhos e trazerem sorte”.

No entanto, a montagem de peças de animais coloridos é antiga, remetendo aos povos indígenas da cidade de Oaxaca. Eles começaram a ser esculpidos pelos Zapotecas há mais ou menos 200 anos d.C. na cidade de Oaxaca. E estima-se que atualmente haja mais de 200 famílias que vivem deste trabalho na região.

MONUMENTO DA PRAÇA DA ONU

O monumento “Guardião da Paz e Segurança Internacional” foi feito por Taller Jacobo e Maria Angeles. Além dele, outras estátuas também foram feitas para serem instaladas em outros pontos de Nova Iorque. Segundo Taller e Maria, os monumentos foram feitos por sua equipe, contendo 29 pessoas.

Foram necessários seis meses para finalizar todas as esculturas feitas exclusivamente à cidade da big apple (Grande Maçã), apelido da cidade americana de Nova Iorque.

De acordo com o casal, o monumento “Guardião da Paz e Segurança Internacional” tem tudo o que a tribo considera valioso. “Suas tradições, costumes e identidade cultural. Eles são responsáveis ​​por fornecer segurança em todas as guerras e adversidades pelas quais os nômades passam em sua jornada, protegendo a essência que cada membro da comunidade carrega consigo”.

Segundo eles, a estátua é um jaguar e que é “cauteloso e estratégico, lutando por sua matilha durante o dia e vigilante à noite”. Confira mais fotos da estátua abaixo:

 

 













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página