in

Silas Malafaia volta atrás e cancela cultos de sua igreja após pressão gospel

Publicidade

O pastor Silas Malafaia decidiu, enfim, cancelar todos os cultos presenciais de sua Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC), para adotar a transmissão online dos mesmos, por causa da pandemia do novo Coronavírus.

Essa semana ele protagonizou protestos nas redes sociais que pediam que ele fechasse as portas de seus templos, para evitar a proliferação do vírus. Uma dessas críticas veio da cantora gospel Ana Paula Valadão, que ele fez questão de rebater, bastante exaltado.

Ontem (19), o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) entrou com um pedido na justiça para proibir cultos presenciais nas denominações lideradas por Silas Malafaia. A justiça entendeu, no entanto, que só quem poderia determinar o fechamento dos locais era o Poder Legislativo ou Executivo, através de leis ou decretos.

Mesmo assim, Silas Malafaia decidiu cancelar os cultos após a repercussão negativa, e justificou a medida pela diminuição na circulação de ônibus no Rio de Janeiro. A capital está praticamente isolada do resto do país, por determinação do governador Wilson Witzel.

Os templos das ADVEC’s, no entanto, permanecerão abertos para atender o público que precisar de orações e direcionamento espiritual, segundo o pastor.

PUBLICIDADE

Igrejas como a Batista da Lagoinha, Profetizando às Nações, Água Viva, e até mesmo a Católica suspenderam seus cultos e missas presenciais, atendendo à recomendação das autoridades de saúde do país.

Até as 17h30 desta sexta (20), as secretarias estaduais de saúde do Brasil confirmaram, pelo menos, 904 casos da doença aqui no Brasil, com 11 mortes (9 em São Paulo e 2 no Rio de Janeiro). A tendência, segundo o Ministro da Saúde Henrique Mandetta, é que esses números de infecções tenham grande aumento em abril e só comecem a apresentar queda a partir de julho.

As recomendações são de que as pessoas evitem aglomerações e fiquem em casa. Também devem ser adotados hábitos como os de lavar as mãos sempre várias vezes ao dia com sabão ou álcool em gel 70%, e evitar abraços, beijos e apertos de mão.

Publicidade

Eyshila defende Silas Malafaia e deixa de seguir gospel Ana Paula Valadão

Pastor que não fechou igreja e infectou Coreia do Sul pede perdão de joelhos