Conecte-se conosco

Mundo Cristão

Edir Macedo é alvo de notícia-crime por homofobia após discurso de Natal

Publicado

em

Bispo Edir Mecedo, da Igreja Universal do Reino de Deus - Foto: Reprodução/Redes Sociais

Após dizer em uma pregação que “ninguém nasce homossexual”, o Bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus virou alvo de uma notícia-crime pela prática de homofobia. A representação jurídica foi feita pela Aliança Nacional LGBT+.

O episódio ocorreu durante a exibição de um programa na Record TV na véspera de Natal. O momento, na noite do sábado (24), segundo a igreja, “serviu de direcionamento para todos que desejavam estar na presença do Altíssimo e ter uma verdadeira noite feliz”.

“Ninguém nasce mau. Ninguém nasce ladrão, ninguém nasce bandido, ninguém nasce homossexual, lésbica… Todo mundo nasce perfeito com sua inocência. O mundo, porém, faz as pessoas serem o que elas são, quando elas aderem ao mundo”, disse.

Em seguida, acrescentou que o ser humano nasce “perfeito com sua inocência”, e que “o mundo faz das pessoas aquilo que elas são”.

De acordo com a Aliança Nacional LGBT+, a declaração do Bispo violou duas decisões do Supremo Tribunal Federal (STF): a de julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão 26 e do Mandado de Injunção 4733, que enquadram atos homofóbicos no crime de racismo.

“É especialmente perverso usar um dos maiores canais de TV do país, em horário nobre, durante uma das principais datas comemorativas do país, para propagar o ódio”, disse Amanda Souto, coordenadora jurídica da aliança.

Publicidade

“Como o crime é de abrangência nacional, acionamos o Geacri, que tem trabalhado de maneira eficiente nesse tipo de caso. Um deputado e um vereador do interior de Goiás já foram indiciados por crime de homofobia com apoio do Grupo”, explicou a advogada Amanda Souto Baliza, coordenadora jurídica da Aliança Nacional LGBTI+.

O presidente da Aliança Nacional Lgbt+, Toni Reis, também se pronunciou sobre o assunto. “Comparar homossexualidade a ser bandido é um discurso de ódio e não Podemos tolerar isso. Que Macedo responda na forma da lei”, declarou.

Na pregação que foi ao ar, Edir Macedo estava juntamente com a mulher, Ester Bezerra, e outros familiares. Ambos comandaram o programa ‘Bênção Para a Família em sua Casa’.

Publicidade

IGREJA SE POSICIONA SOBRE O PROGRAMA

Segundo a Universal, “o momento serviu de direcionamento espiritual tanto para aqueles estavam reunidos em família para a Ceia de Natal, como para os que estavam sem família, com a liberdade interrompida dentro dos presídios, em um leito de hospital ou em qualquer outro lugar, mas que desejavam estar na presença do Altíssimo e tornar aquela noite verdadeiramente feliz”

“O que nos faz felizes, especialmente nesta noite, é porque unidos com vocês que estão assistindo, especialmente, as pessoas que são rejeitadas, que foram excluídas da sociedade, essas pessoas que ninguém quer e estão jogadas dentro das prisões, são as pessoas que mais têm a atenção de Deus. Pois quando a pessoa está no fundo do poço, Deus tem uma especial atenção com ela”, disse o Bispo Macedo mo início do programa.

Publicidade

+ Acessadas da Semana