Ludmila Ferber está respondendo bem à quimioterapia por câncer

A pastora e cantora gospel Ludmila Ferber pegou a todos de surpresa semana passada, quando anunciou que estava com câncer e que iria começar seu tratamento com quimioterapia. E agora ela trouxe uma boa notícia para os seus seguidores e fãs: está respondendo bem ao tratamento.

Ludmila Ferber com amigos e família se recuperando. Instagram.

A informação foi divulgada pela própria Ludmila em vídeos publicados no seu Instagram pessoal. Ela conta que, de forma milagrosa, está respondendo à quimioterapia, mas que ainda precisa de um pouco mais, pois seria este o propósito de Deus para sua vida.

“Eu creio na palavra de Deus, ela é a minha condição. E ela declara que eu já estou curada, mas por algum motivo, por algum propósito do meu Senhor, Ele quer que eu trilhe o caminho do meu milagre. E eu tô aqui, trilhando um dia após o outro. Sustentada pelos jejuns e pela intercessão desse exército poderoso de homens e mulheres do céu como vocês”, disse ela.

“Porque em todas estas coisas, porém, somos mais do que vencedores”(Rom.8:37)

Uma publicação compartilhada por Ludmila Ferber Oficial (@pastoraludmilaferber) em

“… E esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.”(IJo5.5)”

Uma publicação compartilhada por Ludmila Ferber Oficial (@pastoraludmilaferber) em

Muitos internautas e artistas estão expressando sua solidariedade à Ludmila Ferber. A cantora Cassiane comentou dizendo: “O Senhor está com você! O milagre é teu!”. Já a cantora Ana Paula Valadão deixou emojis nas publicações, indicando que estava emocionada com a situação de Ludmila, a quem chama de “Mila”, por ser sua amiga pessoal há algum tempo já.

O local do câncer não foi divulgado até agora, nem seu estágio. O Portal do Trono entrou em contato com a assessoria de Ludmila Ferber por email e telefone, mas eles preferiram não responder. A agenda da cantora será enxugada um pouco, para viabilizar o tratamento com quimioterapia, geralmente muito puxado.

Ludmila Ferber tem 54 anos, e é uma das maiores cantoras gospel do país, com clássicos que até hoje embalam cultos evangélicos, como “Os sonhos de Deus”, “Nunca pare de lutar” e “Alta madrugada”.

Tadeu Ribeiro
[email protected]