Morre filho do bispo Romualdo, braço direito de Edir Macedo

10415716_996990780317592_6612241803794610041_n

Faleceu no último dia 27 Fábio Panceiro, filho único do bispo Romualdo Panceiro, braço direito de Edir Macedo e possível sucessor da presidência da Igreja Universal.

A Igreja Universal, o bispo Macedo e outras fontes da igreja não comentaram o assunto, e a única informação divulgada é de que Fábio morreu em decorrência de uma parada cardíaca enquanto dormia, segundo Márcia Barbosa, sua mãe, esposa do bispo Romualdo.

Fábio teve uma história conturbada desde sempre, pois foi adotado pelo bispo da Universal e acabou tendo que voltar a viver com a mãe biológica, por decisão da justiça. Apenas em 2008 eles retomaram o contato, e mesmo assim os problemas não pararam, devido ao fato de que Fábio havia se tornado usuário de drogas.

A história do reencontro foi contada pelo próprio bispo Romualdo ao site da Igreja Universal, confira abaixo na íntegra:

“Nós adotamos o Fábio em 1998, quando ele tinha 2 anos. Ele era português e quando tinha 6 anos, a Justiça de lá determinou que ele deveria voltar para a antiga responsável por ele. Eu estava em São Paulo quando isso aconteceu. A Marcia ia visitá-lo em Los Angeles, onde ele morava, mas não tínhamos condições de continuar nessa rotina. A mãe que pegou a guarda dele dos 6 até 19 anos trabalhou a cabeça dele contra a gente, dizendo que nós é que não queríamos ficar com ele. Ela mudou de casa e perdemos o contato com ele. Quando ele completou 18 anos, essa mãe o colocou na rua. Foi quando ele conheceu a droga e passou a dormir na rua. Em 2013, fomos transferidos para Los Angeles e, em dezembro passado, ele achou a Marcia no Facebook. Ele pediu ajuda. Nós o trouxemos para cá (Los Angeles), mas mesmo aqui conosco ele teve uma overdose. Não foi fácil, já que, depois de 13 anos, o filho que havia sido entregue no Altar de Deus volta para a gente cheio de problemas. Nós oramos por ele intensamente, até que, recentemente, eu fui inaugurar uma igreja em Boston e ele foi comigo. Nesse dia, ele chorou por 40 minutos, como nunca havia feito antes. Então, decidiu mudar. Ele disse para mim: “Pai, eu quero me batizar.” Hoje, ele já é outra pessoa, assiste aos cultos todos os dias e está cada vez mais envolvido com as coisas de Deus.”

Fábio morreu aos 19 anos, e sua mãe publicou uma nota de pesar em seu perfil no Facebook, lamentando o falecimento, e respondendo às pessoas que estavam perguntando sobre a causa da morte: “Fabio estava dormindo e teve uma parada cardíaca. Como a pessoa morre não importa, [o que] importa é a salvação da alma. Eu tenho certeza que meu filho foi salvo. É uma promessa, está escrito: Crê no Senhor teu Deus e seras salvo tu e tua casa. Deus o trouxe de volta para ser salvo, mas o dia dele ja estava determinado por Deus. Nunca pensei que fosse [morrer] tão cedo, mas Deus sabe o tempo e o modo. Ele não está morto, apenas dorme em paz. Agora tem a paz e a alegria que tanto precisava.”

Tadeu Ribeiro
[email protected]